Prazos importantes 

Inscrições para minicursos acontecerão em julho. Cada participante pode escolher até 02 minicursos.

Minicurso 1: Poéticas da resistência na política da imaginação de poetas brasileiras e norte-americanas

Proponente: Profª. Anélia Montechiari Pietrani (UFRJ/NIELM/GT A Mulher na Literatura)

Dia 14/08 - Horário: 13h-17h - Local: A definir

Os limites de uma poética da resistência atravessam tanto o modo de resistência quanto o estilo de pensar a resistência. Essa discussão se acirra quando voz lírica e questões de gênero conjugam-se à visão da consciência e autoconsciência poéticas. No caso da poesia escrita por mulheres, especialmente, isso significa não apenas inventar ou reinventar assuntos e técnicas, mas também refletir sobre seu papel como poetas, bem como sobre a experiência social e cultural das mulheres, apreendidos nos pontos de vista, nas imagens, nas expressões formais, na linguagem. A autoconsciência poética não pode ser deixada de lado nas discussões sobre gênero na poesia. Ela é, de fato, o próprio material do poema. Este é precisamente o objetivo deste minicurso: mostrar a matéria e o material poético em textos de poetas brasileiras e norte-americanas, que reflitam – em seus modos e estilos – as poéticas da resistência como ação afirmativa de suas políticas da imaginação. O corpus literário será formado pelo projeto teórico e a prática poética de Conceição Evaristo, Cristiane Sobral, Dinha, Angélica Freitas, Audre Lorde, Claudia Rankine, Adrienne Rich, Ana Cristina Cesar, Cecília Meireles e Sylvia Plath. O corpus teórico-crítico incluirá Figures of resistance, de Teresa de Lauretis (2007), Feminist theory across disciplines, de Shira Wolosky (2013), On resistance, de Howard Caygill (2013), e The limits of critique, de Rita Felski (2015).

Palavras-chave: Comparativismo. Escritoras norte-americanas. Escritoras brasileiras.

 

Minicurso 2: Vozes Literárias da Negritude

Ministrantes: Profa Dra Vania Maria Ferreira Vasconcelos (UNILAB-BA/ GT A Mulher na Literatura) e Profa. Dra. Lilian Paula Serra e Deus (UNILAB-BA)

Data: Dia 15/08 - Horário: 13h-17h - Local: A definir

Neste curso, abordaremos textos de escritoras afro-brasileiras e cabo verdianas, na tentativa de nos aproximarmos um pouco mais de suas escritas.A escrita literária contemporânea de autoria feminina trabalha em duas vertentes paralelas: a expressão estética de autoras do nosso tempo, realizando a construção de suas obras e enfrentando os obstáculos do mundo editorial e, ao mesmo tempo, operando a revolução das mentalidades, na contestação de comportamentos sexistas na representação do mundo social. São textos que exigem ser lidos como nova afirmação, não apenas da negação da norma patriarcal, mas como uma descoberta permanente do poder da expressão das mulheres no mundo. No caso das escritoras contemporâneas negras, as duas vertentes se fazem ainda mais desafiadoras, pois lidam o desfazimento dos estereótipos sexistas e racistas.

Palavras-chave: Literatura afro-brasileira. Escritoras negras. desconstrução de estereótipos.

 

Minicurso 3: Florbela Espanca: uma leitura à luz da Escrita de Si

Prof. Dr. Jonas Jefferson de Souza Leite (UPE)

Dias 14 e 15/08 -  Horário: 17h-19h - Local: A definir

Os estudos sobre a Escrita de Si têm evidenciado que a dimensão artística e a dimensão biográfica, comumente separadas por correntes literárias ortodoxas, podem fazer parte de um mesmo influxo criativo. Partindo dessa premissa, propõe-se um minicurso que visa ler a obra de Florbela Espanca através do prisma da Escrita de Si, especificamente o Diário do Último Ano, de 1930.

Palavras-chave: Poesia portuguesa. Modernismo. Escrita de Si.

 

Minicurso 4: Elas escrevem o sexo: a ficção erótica de autoria feminina reunida em antologias de contos (1982-2012)

Ministrante: Profa. Dra. Luciana Borges (UFG/GT A Mulher na Literatura)

Dia 16/08 - Horário: 13h-17h - Local: A definir

O minicurso discutirá a produção de textos ficcionais de temática sexual de autoria feminina, considerando a produção reunida em Antologias de contos publicadas no Brasil, a partir da década de 1980. Partindo de aportes teóricos dos estudos de gênero e feminismos, busca-se o entrecruzamento dos projetos literários dessas antologias às nuances do erotismo, pornografia e/ou obscenidade e considera-se que a escrita do erótico constitui ruptura e transgressão no que concerne ao deslocamento das mulheres de um lugar de objeto para um lugar de sujeito do sexo. Expressando por meio da ficção a constituição de personagens e seus desejos, que se manifestam em voz e corpo na narrativa, as autoras apresentam, portanto, uma nova uma linhagem de textos frente à tradição masculina.

Palavras-chave: Erotismo. Autoria Feminina. Contos. Antologias.

Dias: 14 e 15/08 -  Horário: 17h-19h - Local: A definir

Minicurso 4: Elas escrevem o sexo: a ficção erótica de autoria feminina reunida em antologias de contos (1982-2012)

Ministrante: Profa. Dra. Luciana Borges (UFG/GT A Mulher na Literatura)

Dia 16/08 - Horário: 13h-17h - LocalA definir

 

PRAZOS para apresentação de trabalho e ouvite

para comunicação até dia 16/06 (prorrogado até 30/06) - ENCERRADA 

para mesa redonda: até dia 16/06 (Prorrogado até 30/06) ENCERRADA 

para ouvinte: até dia 16/06  (Prorrogado até 30/06) - VAI REABRIR EM AGOSTO

 

NOVO PRAZO para o envio do texto completo

Para o e-book - para participantes das mesas redondas entre 05/07 a 20/07.

Para os Anasis - para participantes das comunicações mesas redondas entre 05/07 a 30/07.

 

Dúvidas 

Sobre mesa redonda

As inscrições para mesa redonda serão feitas de forma individual pelo sistema somente para professor/a doutor/a. Para enviar o resumo individual, o proponente deve anexar o comprovante da taxa de impressão.

Na hora da inscrição individual, o participante deve seguir os passos:

1) Anexe o comprovante

2) Digite o valor da taxa da sua modalidade. (informe 0,00 para inscrição UFS)

3) Digite o título do trabalho

4) Digite as palavras-chave (use virgula para separar)

5) Anexe o seu resumo no modelo das normas (em formato WORD)

Esta palestra traz à tona reflexões acerca das possíveis historiografias  de textos de autoria à margem do sistema literário. Pelas inovações dos estudos da crítica feminista, no primeiro momento, debatem-se abordagens ideológicas propostas para a revisão do conceito de cânone e de texto literário. Em seguida, ressalta-se a relevância das historiografias de escritoras excluídas como uma prática crítica inovadora. Por último, apresenta-se o modelo de resgate da obra de Alina Paim, feito por Elódia Xavier conforme suas historiografias do corpo e da casa. Metodologicamente, explora-se o conceito de flexibilização do cânone e resgate por Zahidé Muzart e Constância Lima Duarte; de corpo e casa de Elódia Xavier, entre outras teóricas feministas.

6) Anexe os dados da mesa redonda: título, coordenador e participantes (veja o modelo abaixo)

Título da mesa: Feminismos na literatura brasileira contemporânea

Coordenadora da Mesa: Profa. Dra. Lúcia Zolin (UEM)

Participantes:

Trabalho: A estética poética de autoria feminina

Autora: Profa. Dra. Anélia Pietrani (UFRJ)

Trabalho: Os deslocamento das narrativa afro-brasileira contemporânea

Autora: Profa. Dra. Vânia Vasconcelos (UNILAB-BA)

Trabalho: A literatura erótica de autoria feminina

Autora: Profa. Dra. Luciana Borges (UFG)

Trabalho: As representações femininas do conto pós-moderno

Autora: Profa. Dra. Lúcia Zolin (UEM)

7) Após aprovação, sua carta de aceite estará disponível em "Acesso do partipante".

Dúvidas escreva para a comissão organizadora: e-mail do evento mulhereliteratura2019@gmail.com com

Cada mesa redonda terá até 4 participantes doutoras/es. Para aqueles/as que não fazem parte de grupos e enviarem sua proposta avulsa, a comissão organizadora montará mesas conforme os eixos temáticos selecionados dos proponentes.

Cada apresentação para esta modaliadade terá entre 15 e 20 minutos de duração. O tempo total da mesa será de uma hora e meia.

 

Sobre comunicações

Etapas

1 - Faça seu cadastro em "Inscrição";

2 - Para submeter sua proposta, entre no "Acesso do participante", escolha o eixo temático, digite as palavras-chave, anexe seu resumo e comprovante de pagamento. Depois confirme o envio;

3 - Em até sete dias, você receberá um e-mail informando se seu resumo foi aceito ou se precisa ser reformulado conforme as normas abaixo;

4 - Após aprovação, sua carta de aceite estará disponível em "Acesso do partipante".

Obs:

1 - Será aceita proposta de comunicação de graduando/a apenas em coautoria com a participação de um/a doutor/a ou mestre (sugere-se o/a orientador/a).

2 - Cada trabalho submetido poderá possuir até, no máximo, 01 coautor/a, para os casos de graduando/a, mestrando/a ou doutorando/a. 

Para as comunicações, cada sessão de comunicações será montada após a verificação de quantidade de inscritos/as e de temas afins. Elas serão organizadas com seis participantes, que terão 15 min para apresentar e serão reservados 15 minutos para debate pelo/a coordenador/a de cada sessão.

As apresentações podem ser feitas por meio de SLIDES ou de leitura de um texto. (Haverá Datashow em todas as salas)

 

Sobre inscrição para ouvinte (gratuita até o limite de vagas)

O certificado deste evento será de 30 horas. Só será liberado para quem participar de, no mínimo,  75% do evento. Haverá lista de presença nos auditórios pela manhã e tarde.

As inscrições para ouvintes serão feitas pelo formulário por este site de forma gratuita até o limite de vagas.

Sobre inscrição para minicursos: As inscrições estarão disponíveis em julho.

Sobre publicações

As publicações do XVIII Seminário Internacional Mulher & Literatura serão de responsabilidade da Editora Criação.

Todos os resumos: das convidadas/os, das mesa redondas e das comunicações farão parte do Carderno de Resumos, publicados em pdf neste site.

Os textos completos enviados no prazo, das mesas redondas, poderão compor o livro do evento com  previsão de lançamento  para agosto de 2019.

Os textos e completos enviados no prazo, das comunicações, poderão compor os Anais do evento com  previsão de lançamento  para agosto de 2019.

Para isso, cada participante deve ficar atento às etapas de inscrição e para o reconhecimento da taxa de publicação e às datas  para envio do texto completo, revisado e dentro das normas.

O texto deverá ser enviado, em arquivo WORD conforme o modelo postado e das datas especificas para e-book e para os Anais desta edição..

Atenção: cada participante é responsável pela publicação de seu trabalho. Não serão aceitos trabalhos enviados após a data definida. Somente serão publicados os trabalhos inscritos e que respeitem as normas deste evento.

A não observância dos itens acadêmicos formais e dos prazos deste evento incorrerá na não publicação do texto completo.

 

Contato:

Dúvidas nos escreva por este site ou pelo e-mail da organização do Seminário: mulhereliteratura2019@gmail.com